Solução de problemas de DNS

 

Aplica-se a: Office 365 for professionals and small businesses, Office 365 for enterprises, Live@edu

Tópico modificado em: 2011-12-16

Se você tiver problemas com o fluxo de email na organização do Exchange baseada em nuvem ou problemas ao abrir uma caixa de correio baseada em nuvem usando o Outlook, poderá usar o ExRCA (Analisador de Conectividade Remota do Microsoft Exchange) para testar o domínio. Poderá ainda usar o utilitário de linha de comando Nslookup para exibir os registros para o domínio.

Teste seu domínio com o Analisador de Conectividade Remota do Exchange

Use os testes em https://www.testexchangeconnectivity.com para solucionar os seguintes problemas com seu domínio:

Observação O ExRCA tem vários outros testes que você pode executar em seu domínio. Porém, alguns desses testes são relevantes apenas para uma organização no local do Microsoft Exchange.

Testar o fluxo entrada de email

Para testar o fluxo de entrada de email usando o ExRCA, em Testes de Email da Internet, selecione Email SMTP de Entrada. Esse teste recupera todos os registros MX disponíveis para o domínio e executa os seguintes testes em cada registro MX:

  1. Ele tenta resolver o nome de host especificado no registro MX para um endereço IP.

  2. Ele testa a conectividade na porta TCP 25 para o nome de host especificado no registro MX. A porta TCP 25 é a porta usada pelo SMTP.

  3. Ele envia uma mensagem de email de teste a uma conta no domínio especificado por você.

  4. Testa o nome de host especificado no registro MX para a retransmissão aberta. Uma retransmissão aberta habilita mensagens a serem submetidas novamente ou "retransmitidas" usando um servidor diferente para mascarar a verdadeira origem das mensagens. Observe que esse último teste é irrelevante para o Exchange baseado em nuvem porque você não pode configurá-lo como uma retransmissão aberta, de forma intencional ou não.

Use o teste de Email SMTP de Entrada para testar o fluxo de emails e para verificar o registro MX de roteamento de mensagens para seu domínio

  1. Abra https://www.testexchangeconnectivity.com.

  2. Em Testes de Email de Internet, selecione Email SMTP de Entrada e clique em Avançar.

  3. Na seção Email SMTP de Entrada, insira o endereço de email de uma conta em seu domínio, como admin@contoso.edu.

    Observação   O teste tenta enviar uma mensagem à conta de email especificada por você. Se não houver nenhuma conta funcionando em seu domínio baseado em nuvem, essa parte do teste falhará.

  4. Na seção Verificação, digite as letras que são exibidas na imagem de CAPTCHA e clique em Executar Teste.

  5. Quando o teste estiver concluído, faça o seguinte:

    • Clique em Copiar para salvar as informações no relatório. Você pode colar as informações em um arquivo de texto.

    • Clique em Expandir Tudo para exibir os resultados do teste.

Se você também criou um registro MX para comprovar a propriedade do domínio, o teste geral Email SMTP de Entrada sempre falhará. Para entender os resultados do teste, procure na seção Etapas de teste. Para cada registro MX, você verá dois testes Testando Servidor de Mensagens:

  • Testando Servidor de Mensagens <token>.mail.outlook.com.   Isso testa o registro MX usado para roteamento de mensagens. Essa etapa e todas as subetapas devem ser bem-sucedidas.

  • Testando Servidor de Mensagens <token>.msv1.invalid.   Isso testa o registro MX usado para comprovação de propriedade de domínio. Esse teste sempre falhará porque esse registro MX não foi criado para rotear email.

Início da página

Testar a conectividade do Outlook a uma caixa de correio

Para testar a conectividade do Outlook para uma caixa de correio usando o ExRCA, em Testes de Conectividade do Microsoft Office Outlook, selecione Descoberta Automática do Outlook. Este teste usa três métodos diferentes para contatar o serviço Descoberta Automática para seu domínio. Apenas o "método de redirecionamento HTTP" é esperado que tenha sucesso. Este teste faz o seguinte:

  1. Tenta resolver o host "autodiscover.domain<nomeiam>" para um endereço IP.

  2. Testa a conectividade na porta TCP 80 para o host "autodiscover.<domain name>". A porta TCP 80 é a porta usada pelo HTTP.

  3. Testa "autodiscover.<domain name>" para uma resposta de redirecionamento do HTTP.

  4. Testa a validade da URL de redirecionamento do HTTP a partir do resultado anterior.

Use o teste de descoberta automática do Outlook para testar a conectividade do Outlook para uma caixa de correio e para verificar o registro CNAME de Descoberta Automática para seu domínio

  1. Abra https://www.testexchangeconnectivity.com.

  2. Em Testes de Conectividade do Microsoft Office Outlook, selecione Descoberta Automática Outlook e clique em Avançar.

  3. Na seção Descoberta Automática do Outlook, digite as seguintes informações:

    • Endereço de Email   Digite o endereço de email de uma conta em seu domínio baseado em nuvem, como testuser@contoso.edu.

    • Domínio\Nome de usuário (ou UPN)   Digite o mesmo endereço de email inserido no campo anterior, como admin@contoso.edu.

    • Senha   Digite e confirme a senha da conta que você especificou nas etapas anteriores.

    • Ignorar Confiança para SSL   Deixe esta caixa desmarcada.

  4. Marque a caixa de seleção para reconhecer o aviso de segurança.

    Observação   Conforme descrito no aviso de segurança e na seção Aviso, recomenda-se que, se possível, você utilize uma conta de teste e, em seguida, exclua a conta ao concluir o teste.

  5. Na seção Verificação, digite as letras que são exibidas na imagem de CAPTCHA e clique em Executar Teste.

  6. Quando o teste estiver concluído, faça o seguinte:

    • Você pode clicar em Copiar para salvar as informações no relatório. Você pode colar as informações em um arquivo de texto.

    • Você pode clicar em Expandir/Recolher para exibir os resultados do teste.

Preste especial atenção aos resultados do teste em "Tentando entrar em contato com o serviço de Descoberta Automática que usa o método de redirecionamento HTTP". Todos os testes deverão ser executados com êxito se o registro CNAME de Descoberta Automática de seu domínio baseado em nuvem estiver configurado corretamente.

Observe que os seguintes testes em "Tentando todos os métodos de contato com o Serviço Descoberta Automática" falharão até mesmo se seu registro CNAME de Descoberta Automática estiver configurado corretamente:

  • Tentando testar a URL em potencial de Descoberta Automática https://<nome do domínio>/AutoDiscover/AutoDiscover.xml

  • Tentando testar a URL em potencial de Descoberta Automática https://autodiscover.<nome do domínio>/AutoDiscover/AutoDiscover.xml

Início da página

Exibir registros DNS com Nslookup

Você pode usar a ferramenta Nslookup que acompanha qualquer versão do Microsoft Windows para exibir os registros DNS do seu domínio.

Observação   Restrições de firewall ou de proxy Internet que são impostas na rede interna de sua organização podem impedir o funcionamento correto da ferramenta Nslookup.

Adicionalmente, nas etapas a seguir, sempre digite seu nome de domínio com um ponto à direita. O ponto à direita ( . ) indica um nome de domínio totalmente qualificado (FQDN). O uso do ponto à direita impede que qualquer sufixo DNS padrão configurado para sua rede seja acrescentado sem querer ao nome de domínio.

Exibir os registros MX

Abrir um prompt de comando e executar o seguinte comando:

Nslookup -type=MX <domain name>.

Por exemplo, se o nome do seu domínio for contoso.edu, execute o seguinte comando:

Nslookup -type=MX contoso.edu.

Observe o ponto à direita depois do nome de domínio. Se você tiver dois registros MX, um para comprovar a propriedade do domínio, e um para roteamento de mensagens, a saída do comando se parecerá com o seguinte:

contoso.edu   MX preference=10, mail exchanger = e0e792760b25459f40912aae164e0a.mail.outlook.com
contoso.edu   MX preference=100, mail exchanger = msv1.invalid

Início da página

Exibir o registro CNAME de Descoberta Automática

Abrir um prompt de comando e executar o seguinte comando:

Nslookup -type=CNAME autodiscover.<domain name>.

Por exemplo, se o nome do seu domínio for contoso.edu, execute o seguinte comando:

Nslookup -type=CNAME autodiscover.contoso.edu.

Observe o ponto à direita depois do nome de domínio. A saída do comando terá a seguinte aparência:

autodiscover.contoso.edu   canonical name = autodiscover.contoso.edu

Início da página

Exibir os registros TXT

Abrir um prompt de comando e executar o seguinte comando:

Nslookup -type=TXT <domain name>.

Por exemplo, se o nome do seu domínio for contoso.edu, execute o seguinte comando:

Nslookup -type=TXT contoso.edu.

Observe o ponto à direita depois do nome de domínio. Se você tiver dois registros TXT, um para garantir que os sistemas de email de destino confiam nas mensagens enviadas de seu domínio, e um para roteamento de mensagens, a saída do comando se parecerá com o seguinte:

contoso.edu   text = "v=spf1 include:outlook.com ~all"
contoso.edu   text = "v=msv1 t=e0e792760b25459f40912aae164e0a"

Início da página

Exibir os registros SRV

Observação   O registro SRV descrito nesse exemplo é usado somente no Live@edu.

Abrir um prompt de comando e executar o seguinte comando:

Nslookup -type=SRV _sipfederationtls._tcp.<domain name>.

Por exemplo, se o nome do seu domínio for contoso.edu, execute o seguinte comando:

Nslookup -type=SRV _sipfederationtls._tcp.autodiscover.contoso.edu.

Observe o ponto à direita depois do nome de domínio. A saída do comando terá a seguinte aparência:

_sipfederationtls._tcp.contoso.edu   SRV service location:
   priority    = 10
   weight    = 2
   port    = 5061
   svr hostname    = federation.messenger.msn.com

Início da página

Solucionar problemas dos resultados da Nslookup

Se quaisquer de seus registros DNS parecer estar incorreto, ou se os serviços associados aos registros DNS não estiverem funcionando, considere estas possíveis causas:

  • É muito fácil cometer um erro tipográfico ao criar um registro. Verifique se você usou os valores corretos ao criar os registros DNS.

  • Alguns serviços de hospedagem DNS suportam o gerenciando vários domínios que usam a mesma interface de gerenciamento da Web e, portanto, exigem que você digite @ para especificar o nome de domínio pai para determinados tipos de registros DNS. A digitação do nome de domínio real em vez de @ pode causar resultados inesperados no registro DNS.

  • Alguns serviços de hospedagem DNS podem não suportar uma prioridade MX de valor 0. Em vez de 0, tente usar o valor de 10 no registro MX de roteamento de mensagens.

Início da página

 
Tópicos relacionados da Ajuda
Carregando...
Nenhum recurso foi encontrado.